Até ao Fim

22-02-2018

Trabalho realizado pela aluna Maria Pires, do 8.º ano, turma F.

Elementos Paratextuais

  • Título: Até ao fim
  • Compositor: Diogo Piçarra
  • Cantor: Diogo Piçarra & AGIR
  • Data de lançamento: 09/02/2018
  • Tempo: 3min. e 18seg.
  • Género: Pop

Biografia

Diogo Piçarra

Diogo Miguel Ramires Piçarra nasceu em Faro a 19 de outubro de 1990 e é um cantor português, vencedor da edição de 2012 do talent show Ídolos. A partir desse ano, o seu percurso na música teve uma grande evolução sendo um dos melhores artistas da nova geração.

Em 2015 lançou o seu álbum de estreia Espelho e a 17 de fevereiro de 2016, Diogo lançou um livro intitulado Diogo Piçarra em Pessoa.

Em abril de 2017, lançou o seu segundo álbum do=s ("dois") que contém a colaboração dos vocalistas portugueses Valas e April Ivy. Este álbum foi escrito e composto pelo próprio Diogo Piçarra. Um dos singles do álbum, "História", acabou por tornar-se single de ouro.

Diogo Piçarra é também o autor, compositor e intérprete do tema Canção do fim que concorre na segunda semifinal do Festival da Canção - 2018.

AGIR

Bernardo Correia Ribeiro de Carvalho Costa nasceu em Lisboa a 18 de março de 1987. É um músico português, filho do cantor Paulo de Carvalho e da atriz Helena Isabel. Começou a carreira musical aos 12 anos, cantando, tocando, compondo e produzindo as suas próprias músicas, que disponibilizava gratuitamente na internet.

AGIR participou no Festival da Canção 2007, com o tema Dá-me a lua, o qual foi um grande lançamento do seu sucesso. A sua música foi conquistando um número imenso de fãs através da sua divulgação nas redes sociais, com destaque para o Youtube. AGIR é também um dos maiores cantores desta nova geração.

Reflexão

A música fala de um amor à distância, de um homem que está disposto a tudo para ficar com a sua cara metade, a distância não é um problema, ele vai estar ali para "o que der e vier".

Este tema faz-nos pensar no valor da amizade. Na verdade, para haver um namoro antes tem de haver uma grande amizade. Os dois, homem ou mulher, têm de estar preparados para as divergências da vida que nesta música, por exemplo, é a distância entre os dois. Mas a distância não os vai abalar e ambos vão fazer tudo para que isso não seja um dilema. Qualquer um estará pronto para ser forte e ajudar o outro sempre que alguém se deixe abalar e fique mais em baixo.

Para mim, tanto a letra da música como o ritmo e o timbre de ambos os cantores, conferem algo muito sentimental e transmitem uma leveza de som admirável. A música em si é lindíssima e tenta dar ao mundo uma mensagem muito clara que nos ajuda a refletir no futuro.