Diário de um Ginásio

12-03-2018

Trabalho apresentado pela aluna Adriana Silva, do 8.º Ano, Turma C.

Elementos paratextuais

  • Titulo: Diário de um Ginásio 
  • N.º de páginas: 60 
  • Ano de edição: 2010 
  • Autor: Pinho Sannasc 

Autor

Nascido em Salvador a 22 de fevereiro de 1980, viveu toda a sua vida na mesma cidade em que nasceu. 

Durante a fase escolar, participou em movimentos éticos e estudantis, defendendo as suas ideias e questionando o que considerava injusto. 

A sua paixão pela escrita surgiu quando era muito jovem e, assim, criou um elo forte com a a poesia e outros textos. 

Resumo

Esta história fala-nos de um rapaz chamado Luciano que tinha 13 anos, mas todos o tratavam por Luka.

Luka tinha dois amigos, Mateus e Gabriel, que eram um ano mais novo do que ele. Juntos, eram os três rapazes mais populares da escola e divertiam-se a torturar os alunos mais tímidos e envergonhados, mas existia um que era o alvo principal, que se chamava Leandro a quem eles deram o nome de Mamute, pois era gordo, tinha orelhas grandes e um andar bastante desengonçado.

Os pais de Luka eram constantemente "convidados" a comparecer na escola e ele era advertido por causa do seu mau comportamento. A diretora dizia tratar-se de buylling.

Reflexão

Na minha opinião, o buylling é um ato muito frequente nas escolas e até mesmo em passeios entre amigos. Neste livro podemos perceber que Luka era muito agressivo com todos e não perdoava ninguém, mas graças ao ato corajoso de Leandro de o salvar de um incêndio, tornaram-se amigos deixando os seus problemas e brigas para trás. Luka admitiu ter cometido vários erros e jurou que isto não voltaria a acontecer.

Infelizmente, hoje em dia, os praticantes de buylling não admitem o que fazem, por isso, sempre que presenciarmos um ato como este, devemos denunciá-lo e ajudar quem precisa.